Todos os posts de Ana Bárbara Dias

Marketing e as novas tendências que vêm por aí!

Marketing e as novas tendências que vêm por aí!

Personalização com marketing data-driven

Primeiro precisamos entender o que é data driven, que significa orientação por dados, ou seja, são dados obtidos para a melhoria na tomada de decisão, para que não se tome decisões por intuição ou experiência e sim por comprovação de dados reais e quantificáveis. E vamos então compreender o que é essa personalização com marketing utilizando o data driven?

Conforme citou Maitê Gomez Fraile, Industry Head no Google Espanha, “em 2019 vamos oferecer estruturas acionáveis para esse princípio, compartilhando o que chamamos de ‘modelo 5As de marketing data-driven’: audiência, assets, acesso, atribuição e automação”. Essa nonva formatação nos traz novas formar de fortalecermos as marcas por emio dessa disrupção mercadológica advinda da transformação digital, ofertando assim experiências completas para os consumidores.

Por exemplo: quando se vai à Disney se tem o uso de uma pulseira que utiliza marketing data driven, e acompanha todos os consumidores em seu passeio pelo parque, podendo assim gerar interações e ter acesso à experiências e momentos vividos pelo cliente durante sua passagem pelo parque.

Esse novo formato de compreensão dos processos de marketing vem trazer mais assertividade nas estratégias, otimizando também os processos de interatividade mercadológica, bem como as demandas exclusivas de cada consumidor, para que assim as empresas consigam conhecer de maneira única e profunda seus usuários, atingindo assim o ápice do marketing na atualidade que é ter embaixadores da marca, mas esse tema ficará para a próxima coluna, bem como as tendências que estão surgindo nesse novo mercado digital. Obrigada e continuem por aqui que sempre teremos novidades!

A força referral marketing

A força referral marketing


Entenda como aplicar, e os benefícios que esta estratégia pode trazer para a sua empresa!

Em tempos de carnaval a pergunta é: em qual festa você foi por indicação de alguém? Ou aonde comprou sua fantasia? Pois é, este é o famoso marketing boca a boca, que vem se reinventando e se moldando para cada vez mais surtir mais efeito e contribuir para o posicionamento da sua marca ou empresa.

Referral marketing ou marketing de indicação é a técnica para incentivar todos os que se relacionam com a empresa, visando que estes, seja ele, funcionário, fornecedor ou cliente indique um produto ou serviço aos seus familiares, amigos ou conhecidos, ou até mesmo aos que se relacionam com ele apenas pelas redes sociais.

A meta do referral é deixar o consumidor tão feliz que ele reproduza está felicidade aos que convive, e assim outros queiram ter a mesma experiência que ele, e acabem por consumir também seu produto. E o trabalho de quem atua no marketing é transforam esta experiência de compra em uma experiência completa e feliz, a ponto do cliente propagar e trazer novos consumidores.

Referral marketing deve seguir a premissa de Peter Drucker, o bom marketing é aquele que ninguém percebe que acontece, ou seja, ele deve acontecer de forma orgânica, partindo de dois princípios, o primeiro, que todos os consumidores adoram compartilhar que tiveram boas experiências, e o segundo, que os consumidores confiam mais em sua rede de relacionamento do que em vendedores.

Mais o que fazer então para que o seu referral marketing traga benefícios reais para a sua empresa? Vou listar algumas dicas chaves passadas pelo pessoal da Resultados Digitais:

  1. É essencial que seu negócio se volte para uma ótima experiência do seu cliente;
  2. Um cliente satisfeito pode ser responsável pela geração de até 3 Leads;
  3. Lembre-se: seus clientes são seus melhores vendedores.

Por fim, faça muita troca com seu cliente, deixe ele fazer parte, cocrie com ele, torne-o parte da sua empresa, que assim seu referral será muito mais eficaz, e siga também as dicas acima, ofertando sempre experiências positivas e principalmente felizes. Obrigada!

Marketing Sistêmico

Marketing Sistêmico

Visualizando o mercado como um todo!

O marketing sistêmico nada mais é do que o estabelecimento dos padrões básicos de marketing, os “elementos horizontais” que podemos aplicar em qualquer empresa, independentemente de seu tamanho, forma, clientes e produtos ou serviços.

Para isso, o marketing sistêmico tem duas linhas fundamentais de ação, conforme cita https://laculturadelmarketing.com/marketing-sistemico/:

No eixo vertical, teríamos:

Pessoas: são principalmente para quem as empresas direcionam suas mensagens, comunicações, produtos e serviços.

Marcas: é a “alma” de uma empresa, a parte que liga o lado emocional e racional dos consumidores. A parte imutável.

Tecnologia: afeta o meio ambiente, é essencial entendê-lo hoje, porque estamos em uma mudança de tempo em que os canais de comunicação, a mídia, o meio de comunicação, a mensagem estão mudando.

Resultados: o marketing deve estar sempre associado a resultados, orientado e focado na obtenção de resultados para a empresa.

No eixo horizontal, teríamos:

Estratégia: é responsável por conectar todas as ações com os resultados marcados. É essencial marcá-lo e desenvolvê-lo.

Criatividade: elemento fundamental para o marketing, deve ser maximizada e não se ater a padrões ou estilos, deve se adaptar a cada empresa para alcançar essa diferenciação é absolutamente necessário.

Integração: o marketing deve sempre ter uma visão global e ser entendido de múltiplas perspectivas.

Ou seja, ao integrarmos todos os processos, através do marketing sistêmico, e aplicação dos eixos vertical e horizontal, será possível vivenciarmos o marketing sistêmico, seja em uma pequena, média ou grande empresa. Obrigada e até a próxima!

Inspiração, conexão, criação!

Inspiração, conexão, criação!

Como esses três processos podem mudar toda sua estratégia de marketing.

E aí me conta, com quem você tem convivido? Quem tem te inspirado? E as suas conexões como está? Suas conexões e inspirações tem contribuído para o seu processo criativo? E o seu ócio criativo como está? Ufa, quantas perguntas não é mesmo, mas vamos pensar juntos, como utilizar histórias inspiradoras e as nossas conexões com o mundo em que estamos inseridos para melhorar nossos processos de criação.

Mas o que tudo isso tem a ver com estratégia de marketing? Primeiro vamos lá, tudo, tudo mesmo tem a ver com marketing e cm estratégia, com o marketing porque estamos em constante troca com o mercado, e sim essa troca é marketing, e estratégia é um plano, uma meta, um método para alcançar um resultado ou objetivo especifico, então porque não nos conectarmos à histórias inspiradoras para melhorar nossas estratégias de marketing.

Inspiração

Todos nós temos histórias, e momentos de nossa vida que inspiram, utilize processos que admiras e que podem ser aplicados dentro de sua estratégia e se inspire. Não estou falando em copiar, e sim em inspirar, a inspiração vai te ajudar, aconselhar, influenciar e não copiar. Leia livros de pessoas e histórias que te inspiram, siga no Instagram, acompanhe blog, site, o importante é estar em conexão com histórias que possam te inspirar.

 

Conexão

Ao definir quais historias e pessoas te inspiram, se conecte com elas, leia, estude, compreenda, analise o contexto, traga para seu cluster, insira no seu convívio, mesmo que não fisicamente, mas insira, a conexão é muito útil dentro no processo criativo, pois quanto mais você compreende o contexto, se conecta com os que estão a sua volta, mas fácil de conhecer historias inspiradoras.

 

Criação

Após nos conectarmos para nos inspirar, ou vice-versa, é preciso viver seu processo criativo, pensar em como essas histórias podem influenciar na sua, em como essas conexões podem te ajudar, faca muito marketing, muita troca, viva seu processo de criação, tenha estratégia, saiba o que esperar de cada acao, e que resultado deseja obter, e então crie, e se inspire, e se conecte e continue vivendo esse processo cíclico, melhorando, inovando e agregando cada vez mais nas suas estratégias de marketing.

Embaixadores da marca

Embaixadores da marca

Crie ações para que seus clientes sejam leais e se envolvam tanto com a marca que passe a ser embaixadores dela.

Estamos caminhando para um novo momento do marketing, aonde teremos mais embaixadores e muito, muito marketing imperceptível, lembre-se quanto mais você conseguir transformar seu marketing em algo natural, através de seus embaixadores, mais marketing você fará, e mais atrairá consumidores para a sua empresa, e como no marketing todo processo é cíclico, e quanto mais embaixadores você consegue ter mais consumidores propensos a se tornarem embaixadores e assim o ciclo tem continuidade.

Diferente dos evangelizadores, os embaixadores não têm um salário para divulgar a marca ou produto, eles defendem por acreditarem na marca, eles querem compartilhar e promover o produto por terem tido experiências positivas com ele, e por acreditarem que o produto em questão pode sim agregar algo na vida do outro.

Estes clientes são apaixonados pela marca, e estão dispostos a defender e divulgar sempre que necessário. Para desenvolver e criar estes embaixadores, que seguem e defendem a marca a colunista do blog Small Business Trends, sugere um planejamento dividido em quatro etapas, inicie priorizando seus clientes reais, tenha experiências de
compras incríveis e inesquecíveis, promova interação e principalmente tenha bons produtos.

No planejamento sugerido, a primeira etapa é reconhecer seus reais clientes, quem usa, acredita e propaga a marca e o produto, não apenas nas redes sociais mais no dia a dia, conheça seus clientes reais, interaja com eles, entenda o que pensam e como consomem, eles com certeza terão muitas ideias, e por se sentirem parte defenderam ainda mais a marca.

A próxima etapa é em relação a experiência, que pode ser algo simples, mas que tenha significado para seu cliente, um bom atendimento, uma mensagem de aniversário, um mimo, ou simplesmente deixa-lo participar, e ouvir a sua opinião, ao interagir com seus reais clientes você saberá exatamente como criar uma experiência que seja incrível para ele.

E ao conhecer e criar experiência você conseguira interagir e desenvolver produtos que se assemelhem cada vez mais a estes clientes reais, pois como falei no início todo processo de marketing é cíclico, e cada ação levará a outra que fará a roda girar, atraindo assim mais seguidores, mais embaixadores e consequentemente mais clientes, que poderão se tornar embaixadores e dar continuidade no processo cíclico. Afinal no marketing tudo é uma troca.

Marketing SMART: engajamento de maneira mais eficaz

Marketing SMART: engajamento de maneira mais eficaz

Marketing SMART surge para facilitar nossos processos de criação e desenvolvimento das campanhas de marketing.

Muito tem se falado em engajamento, mas antes de pensarmos em engajar precisamos melhorar nossos processos, trazendo mais eficácia e agilidade para as ações de marketing. Lembre-se que antes de engajar é necessário conhecermos nosso público e criarmos uma campanha que se aproxime dele. Como sempre cita Peter Drucker, o bom marketing é o marketing imperceptível, que nos faz pensar e desejar o produto sem que percebamos a ação estratégica.

Vamos então entender como a metodologia SMART pode nos ajudar:

S – Especificidade, foque no público que deseja atingir;

M – Mensure todas as suas ações, contabilize seus números dentro do funil;

A – Alcançável, tenha metas reais e que sejam possível de alcançar;

R – Seja relevante, faça antes o que é importante, quando sabemos a importância temos consciência do que realmente é relevante;

T – Temporal, ser temporal é estar atento ao tempo, ou seja, para onde o público está olhando, em que estão focando;

Ao compreender todo SMART precisamos então aplicar em nossas ações de marketing, pense comigo, se conseguirmos ser específicos e focar em nosso público, conseguirmos medir nossas campanhas, transformando dados intangíveis qualitativos e tangíveis e quantitativo, sabermos exatamente aonde queremos chegar, e alinharmos metas alcançáveis, que sejam relevantes para o nosso público e que estejam alinhadas ao momento.

Atualmente o marketing está super em alta e todas as metodologias se enquadram para melhorar a eficácia das ações estratégicas, visando sempre impulsionar sua marca ou produto, tendo em vista que somos diariamente bombardeados por várias ações e campanhas de marketing. Fique atento aos movimentos do seu público e aplique o Marketing SMART, para que consigas fazer cada vez mais trocas e engajar mais ainda seu público.

Essencialismo e o Marketing!

Essencialismo e o Marketing!

Essencialismo é uma disciplina que nos ensina a fazer menos e melhor, focando no que realmente faz sentido e evitando procrastinar! E o que essa filosofia tem a ver com Marketing?

Para responder a esta pergunta, vamos juntos olhar primeiro para o marketing, focando no processo de troca entre mercado e consumidor, que vivemos o tempo todo, por exemplo, quando você vai comprar algo você está entregando um valor por um determinado produto, ou quando você está propagando alguma ideia (entende-se a ideia como o produto, neste caso intangível) que você está vendendo a um mercado (que são as pessoas que estão ouvindo) ou melhor, recebendo a ideia, ou conceito.

Ao compreender este processo o essencialismo surge para contribuir no processo da troca, facilitando para que seja realizada no momento certo com as pessoas ou empresa certa. No livro Essencialismo de Greg McKeown, o autor traz esta nova disciplina, deixando alguns pontos de reflexão, que são: precisamos ter foco, olhar para o que realmente importa, estabelecer uma rotina, elencando as prioridades, e saber exatamente o que esperamos de cada ação. E são nestes pontos que precisamos agregar o essencialismo ao marketing.

Quando elaboramos uma campanha ou ação de marketing, precisamos olhar o essencialismo, no que tange os fatores apontados acima, para que assim seja possível alcançar o que se deseja com a ação. O autor cita que “o essencialismo não trata de fazer mais; trata de fazer as coisas certas. Também não é fazer menos só por fazer menos. É investir tempo e energia da forma mais sábia possível para dar sua contribuição máxima fazendo apenas o essencial. ”

Pense comigo, se soubermos o que queremos da ação de marketing, focarmos no que realmente importa, que provavelmente é o cliente, e a sua experiência, e o fazermos priorizando-o, obteremos sim mais processos de trocas, e assim conseguiremos fazer um processo cíclico, aonde o cliente consome, sai satisfeito com a experiência que teve e assim divulga para outras pessoas, tornando-se embaixador da marca, o que é o objetivo central de toda empresa, ter mais embaixadores da marca para que estes tragam mais consumidores, e assim sucessivamente. Afinal, no marketing tudo é uma troca, e quando mais trocas positivas, mais embaixadores se formam.

Conteúdo humanizado e compartilhado

Conteúdo humanizado e compartilhado

Humanização de conteúdo será uma das fortes tendências para este ano, vamos trocar muito e aprender uns com os outros?

 

Você já parou para pensar que provavelmente tem algum conteúdo escondido? Ou que você nunca compartilhou? Algo que com certeza contribuirá para o processo evolutivo de alguém? Precisamos humanizar mais os conteúdos e entender que ao compartilharmos estaremos também aprendendo. Costumo sempre trocar muito com os que convivem comigo, porque acredito que alguém sempre terá a solução do milênio para o problema que estou tentando resolver naquele determinado momento, e que tenho muito para aprender, e estas trocas são sensacionais.

 

Vamos então entender como humanizar nossos conteúdos?

Para que consigas fazê-lo é necessário compreender que ao gerar conteúdo ele deve ter um objetivo, uma meta, e esta meta gosto de dividir em um tripé, ela tem que ser uma meta pessoal sua, por exemplo, posicionar seu nome ou empresa em determinada área, ela tem que agregar valor para alguém, ensinar, trocar, transformar, inspirar, e tem que ter um olhar amplo para a sociedade, falando de assuntos que nosso público-alvo esteja interessado.

Ao desenharmos mesmo que mentalmente este tripé, conseguiremos compreender como humanizar nosso conteúdo, trazendo então, exemplos, vivencias, ações, estratégias. Como já diz o livro de Austin Kleon, Mostre seu Trabalho, precisamos compartilhar mais, sem medo de errar, focar no processo de troca, no ver e ser visto, aprender e ensinar.

No livro o autor relata experiências e conta alguns casos de pessoas comuns que diariamente foram mostrando seu trabalho e transformando vidas, gerando interesse, e inspirando outras pessoas, e compartilhando diariamente, e principalmente aprendendo muito uns com os outros.

O autor cita que “o sucesso da noite para o dia é um mito. Pesquisa a história da maioria desses casos de sucesso repentino e você encontrará uma década de trabalho e perseverança. Construir um bom trabalho demanda tempo – uma vida, na verdade –, mas felizmente não é necessário esse tempo todo de uma vez. Esqueça as décadas, os anos e os meses. Foque os dias”

Sendo assim minha dica para que consigas humanizar mais seus conteúdos, é: compartilhe sua essência, seus aprendizados, e troque muito com todos, você nunca sabe o que o outro tem para ensinar.

Obrigada pela troca, e vamos juntos fazer um 2019 incrivel!

Seja bem-vindo 2019!

Seja bem-vindo 2019!

Que este ano seja ainda mais disruptivo.

Vamos juntos fazer um ano INCRÍVEL? Espero poder contribuir em sua jornada, e que possamos crescer ainda mais neste ano. O ano de 2018 já foi SENSACIONAL, nos trouxe muito aprendizado, e juntos construímos diversos processos disruptivos não é mesmo?

E em 2019 não será diferente, hoje quero conversar com você sobre quais acredito que serão os principais processos disruptivos que viveremos, para que assim consigamos juntos estar preparados para ARRASAR!

Acredito que os três principais processos disruptivos de 2019 serão: criatividade, nanodegree e cocriação, estes três pontos apesar de parecerem simples nos desafiarão o tempo inteiro a melhorar, para avançar.

O primeiro e o mais importante é a criatividade, e quando falo em criatividade falo em todos os sentidos, criatividade na resolução de problemas, criatividade na maneira de compartilharmos conhecimento, criatividade em nosso dia a dia, e não, criatividade não é um dom, é algo que desenvolvemos, transformando nossos olhares, e maneira de agir, lembre-se, qualquer pessoa pode ser criativa. Pensando no significado da palavra: criatividade é a capacidade de criar, produzir ou inventar coisas novas, bem como a capacidade de transformar situações e inovar no modo de agir. Sejamos então mais CRIATIVOS!

O segundo processo disruptivo ao meu ver que será de grande valia neste novo ano que hoje se inicia é o nanodegree, que são cursos online de curta duração, e sobre assuntos específicos, que colaboram para o desenvolvimento mercadológico de todos que utilizam essa modalidade de aprendizado, mais rápida e direcionada. Atualmente, nanodegree, é uma das maneiras de se destacar profissionalmente de forma rápida, flexível e moderna. Portanto vamos aproveitar e APRENDEDR!

E a última e não menos importante disrupção que vem com tudo em 2019 é a cocriação, que nos faz compartilhar, nos faz envolver, participar, interagir, compartilhando e construindo ações em conjunto com nossos clientes, colaboradores e com todos que de alguma maneira se relacionem com o nosso negócio ou produto. O foco é COMPARTILHAR!

Espero de coração que seu 2019 seja MARAVILHOSO, e que sejamos mais criativos, aprendendo mais e compartilhando muito, e que não esqueçamos que no final é tudo uma contínua troca, e que toda energia que emanamos retorna, então meu desejo para hoje e sempre é que façamos muitas trocas!

 

Meta 2019!

Meta 2019!

Como potencializar suas metas para 2019 com o auxílio de estratégias de marketing.

Mais um ano que está chegando ao fim, e que ano hein, ano de muitos acontecimentos, e de muito marketing. Você percebeu como ele foi capaz de transformar diversos acontecimentos? E agora chegou o momento de pensarmos e olharmos para 2019, e porque não utilizar estratégias de marketing para realizar mais neste ano que logo se iniciará!

A primeira estratégia de marketing para nos ajudar a montarmos nossas metas em 2019 é o Ambiente de Marketing, que é composto por ambiente interno, microambiente e macro ambiente, e que ao adaptarmos para que seja aplicado em nossa vida, podemos transformar o ambiente interno em nós, e nossos aprendizados e maneira de agir; o microambiente em como nos relacionamos com os que convivem com a gente, e como eles nos percebem, e o macro ambiente situações que fogem do nosso controle, mas que também interferem em nosso dia a dia.

Comece então analisando como foi seu ano de 2018 (olhar interno do ambiente de marketing), em seguida pense em como foram seus relacionamentos em 2018, e como as pessoas que convivem com você te perceberam, se possível peça feedback, e liste, e após faça a análise de quais acontecimentos externos interferiram em sua vida. Após realizar a análise do seu Ambiente de Marketing, passamos então para a outra estratégia de marketing o Funil de Vendas, lembre-se que estamos adaptando estratégias de marketing utilizadas pelas empresas para nossa vida e para que possamos desenhar nossas metas de 2019, então o ideal seria você ir anotando.

Dando continuidade estruture um Funil de Vendas, caso você não conheça o google tem vários modelos que podem ser utilizados, e visualize você, como sendo este funil, aonde o topo do funil são as maneiras que você utilizará para alcançar sua meta que estará ao final do funil, se desejar desenhe um funil para cada estratégia. Colocando no topo do funil a meta que você deseja atrair, no meio do funil as ações necessárias para o alcance das metas e ao final desenhe ou visualize como será ao alcançar a meta.

Espero que o marketing mais uma vez seja útil e eficaz em sua vida como tem sido na minha, e vamos em frente, fazer um 2019 incrível, com muita troca, pois afinal como no marketing, na vida tudo é uma troca. Obrigada por esse ano junto comigo, e que em 2019 possamos estar mais conectados ainda.